Saiba tudo sobre a Gripe Canina

Saiba tudo sobre a Gripe Canina

| | |
|

Por Adriane Bainy - Médica Veterinária HiperZoo

A gripe canina ou “traqueobronquite infeciosa canina” ou “tosse dos canis” é causada por agentes bacterianos (Bordetella bronchiseptica) e virais (Parainfluienza e Adenovírus), isoladamente ou em conjunto, que afetam as vias aéreas superiores dos cães.


É uma doença de caráter agudo, cujo principal sinal clínico é a tosse seca, como se o animal estivesse engasgado. Se não tratada pode evoluir para pneumonia. Outros sinais clínicos que podem estar presentes são o corrimento nasal e ocular, o espirro e o vómito. É uma doença extremamente contagiosa, que se espalha rapidamente em locais onde há aglomeração de animais.

Para proteção contra a gripe canina, existem vacinas no HiperZoo intranasal e injetável que garantem proteção durante 1 ano. O melhor sempre, tanto para o animal quando financeiramente para o tutor, é a prevenção.

É importante lembrar que é de responsabilidade do tutor garantir os cuidados gerais, saúde e bem-estar de seus animais de estimação, incluindo a realização de vacinas contra doenças infecciosas.

Nos gatos, a proteção é feita com a vacina quádrupla, que previne contra rinotraqueíte, panleucopenia, calicivirose e clamidiose.

Quando a vacinação é mais indicada?
Os cães de raças braquicefálicas (aquelas que possuem focinho curto), como os Shi Tzus, Buldogues, Pugs, Pequinês e Boxers podem apresentar maiores complicações que os demais, por isso, são as raças que não devem ficar sem vacinação contra gripe canina. Os filhotes e animais idosos, assim como aqueles portadores de doenças crônicas também merecem atenção especial e vacinação.

A prevenção da traqueobronquite infecciosa é indicada para todos os cães saudáveis a partir de três semanas de idade.

Melhor período para vacinação

O melhor período para vacinação é antes do outono e inverno, quando a incidência de problemas respiratórios cresce.

E no caso de um animal ter que frequentar hotéis, canis, creches é recomendável a sua vacinação pelo menos quinze dias antes.

Por que vacinar?

Os surtos desta doença são bastante comuns, principalmente nas estações frias do ano. Os animais vacinados, mesmo se contraírem a doença, que é causada por agentes bastante mutáveis, apresentam sintomas mais leves e normalmente de curta duração.

Por isso, principalmente cães braquicefálicos e aqueles que frequentam locais com alta circulação de cães como, Banho e Tosa, creches, canis, hotéis e pet shops e parques como o Parcão devem ser vacinados.